História 2015 / 2011

2015

O ano de 2015 vem confirmar os sinais positivos que a economia portuguesa havia demonstrado no ano anterior. Estes sinais, que se foram revelando ao longo do ano, têm expressão no crescimento de 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) no conjunto de 2015, com especial destaque para os 0,2% do último trimestre do ano face ao trimestre anterior. Para este crescimento da economia portuguesa contribuiu significativamente a procura interna que aumentou 2,4% em termos reais.

Para o Grupo Ibersol este cenário macroeconómico foi determinante para o crescimento do volume de negócios em Portugal e para a concretização do plano de expansão levado a cabo durante 2015.

Pela sua dimensão e implantação na economia portuguesa, o Grupo Ibersol acompanhou este novo ciclo com a continuação da implementação de uma estratégia já pensada e estruturada nos anos anteriores e que se materializou num novo impulso de crescimento da sua distribuição numérica, através de novas aberturas em marcas tão emblemáticas para o Grupo como a Pizza Hut e Burger King, mas também com um ambicioso plano de renovações que procura manter um ritmo de resposta adequado às expectativas do consumidor.

Em Portugal, de referir a forte consolidação do crescimento do turismo, com repercussões muito positivas nas diferentes áreas de actividade do Grupo, especialmente no segmento Travel, na presença nos aeroportos nacionais. Este é um segmento que se revela cada vez mais uma aposta segura, reforçada na última década e que agora cada vez mais se confirma de crescente valor estratégico.

Em Angola, onde o Grupo está a criar a categoria de Restauração Moderna, o ano de 2015 foi marcado pelos efeitos da crise do preço do petróleo e das divisas.

O Grupo Ibersol mantém a sua aposta nos grandes eixos estratégicos que delineou nos últimos anos: a modernização do Portfólio com uma forte componente de remodelações e aberturas, a constante valorização dos Recursos Humanos e o alargamento dos mercados em que actua.

O Grupo continua a privilegiar as vertentes da Qualidade e Segurança Alimentar, mantendo uma forte aposta na certificação dos seus pontos de venda, alicerçada num trabalho constante com a dedicação que o Grupo coloca em tudo o que faz, no sentido de garantir aos seus Clientes elevados padrões de serviço, que se refletem na aceitação das suas marcas, traduzida nos milhões de refeições servidas anualmente.

De referir por último o compromisso do Grupo com a Sustentabilidade a todos os níveis da organização. Esta é uma matriz de responsabilidade que nos permitiu ultrapassar o recente período de contracção da economia e sair do mesmo mais fortes e mais robustos nos nossos processos, garantindo assim já em 2015 a concretização da estratégia de crescimento que nos faz preparar o futuro, no presente

2014

Abertura da primeira Roulotte da Ibersol no Norteshopping

2014 marca o retorno de Portugal ao crescimento após um período de três anos de contracção da economia tendo-se confirmado a saída da recessão em resultado da recuperação, ainda que pouco sustentada, do consumo privado.

Os sinais positivos foram particularmente importantes pois traduziram-se no acréscimo da procura interna que permitiu uma melhoria da performance do Grupo. Nos três anos anteriores, de contracção da economia, o Grupo procedeu ao ajustamento dos custos aos menores níveis de actividade do que resultou uma estrutura mais flexível que permitiu, em 2014, um significativo aumento da rentabilidade por efeito da alavancagem resultante do crescimento do volume de negócios.

Para esta melhoria não terão sido alheios fenómenos que começam a ser estruturantes: o crescimento da captação de turistas estrangeiros – uma tendência que continuou a ganhar tracção nos últimos anos – mas também a circunstância da recuperação do consumo privado ter sido positivamente afectada durante o Verão pelas condições de instabilidade climatérica, favoráveis ao aumento de tráfego nos shoppings.

A evolução favorável do contexto permitiu uma melhoria das vendas da generalidade dos conceitos com os maiores impactos a verificarem-se nos conceitos de balcão.

O Grupo manteve a sua aposta nos três grandes eixos: o reajustamento e modernização do Portfólio, a valorização dos Recursos Humanos e o alargamento dos mercados em que actua através da internacionalização para os Países de Língua Portuguesa.

Neste sentido importa referir o programa de remodelações muito significativo que foi concretizado pela Pizza Hut, Burger King, Pasta Caffé e Pans&Company, bem como nos conceitos da Multimarca.

O Grupo viu reconhecido o trabalho e rigor de toda a sua equipa nas vertentes da Qualidade e Segurança Alimentar tendo conseguido um número recorde de certificações, as quais, mais do que declarações de conformidade, são essencialmente a constatação de todo o empenho e dedicação que colocamos em tudo o que fazemos, no sentido de garantir aos nossos Clientes elevados padrões, os quais se reflectem na aceitação das marcas e nos milhões de refeições servidas.

2013

2013 foi o terceiro ano de ajustamentos resultantes da implementação das medidas constantes do acordo celebrado com a Troika, que determinaram uma redução do PIB e uma continuada diminuição da procura interna.

Porém, a partir do termo do primeiro semestre ocorreram os primeiros sinais de inversão: a economia começou a crescer e a procura interna a evoluir positivamente, tendo registado um crescimento homólogo de 1,6% no último trimestre que superou o de qualquer outro membro da Zona Euro, incluindo a Alemanha.

Consequentemente, verificou-se uma ligeira redução da taxa de desemprego parecendo que os níveis de emprego começaram a recuperar.

Por outro lado, Portugal atraiu mais turistas estrangeiros – uma tendência que ganhou, segundo alguns analistas, maior tracção durante os três anos do programa de ajustamento financeiro, o que contribuiu também para a retoma do consumo.

Para o Grupo Ibersol, estes sinais positivos são particularmente importantes, pois têm efeito prático na procura interna, não tanto pela sua materialização significativa em resultados em 2013, mas como indicadores para o ano de 2014.

O exercício, continuou a ser marcado pelos efeitos das medidas de austeridade, com a continuação da contracção da procura, uma efectiva redução do rendimento disponível e um elevado nível de desemprego com implicações directas nos comportamentos de consumo.

O Grupo continuou a acentuar a postura centrada em três grandes eixos: o reajustamento e modernização do Portfólio, a valorização dos Recursos Humanos e o alargamento dos mercados em que actua, através da internacionalização para os Países de Língua Portuguesa, em especial para o Continente Africano.

Em todos estes eixos evoluímos de forma sustentada para alcançar um novo horizonte de realização empresarial e social.

2012

Abertura do primeiro Miit da Ibersol no Norteshopping

A modernização do Portfólio e a continua renovação dos conceitos que o Grupo Ibersol opera juntamente com a política de renovação dos restaurantes são os principais movimentos que marcaram o ano de 2012.

Neste contexto, destacam-se as modernizações levadas a cabo nas marcas Pizza Hut – com introdução de novas propostas ao Consumidor no domínio da experiência, no ambiente e serviço, na KFC – com a materialização da assinatura Sogood, e na Burger King – com a modernização de unidades, quer no Continente quer nas regiões autónomas – o Remodelling 20/20 e a introdução de novas propostas como o Play King Virtual, na linha das orientações da Burger King.

Depois de lançamentos como o Flor d’Oliveira, o Clocks com a assinatura do Chef Chakall, e de conceitos como o Spoon Café e o Oregano, o Grupo lançou um novo conceito denominado Miit, que recolheu de imediato uma boa aceitação.
O Miit é um conceito, em counter, que responde a uma forte tendência dos consumidores portugueses que estão cada vez mais atentos e conscientes da necessidade de optarem por soluções de alimentação mais cuidada e equilibrada. É uma proposta de restauração centrada em factores fortes de diferenciação: especialista em carne grelhada muito saborosa, com inclusão de carnes brancas, de elevada qualidade e autenticidade.

2012 foi também um ano muito importante na valorização dos recursos humanos, através de um programa que pretende desenvolver futuros líderes em diferentes níveis de Direcção (Gestores de Turno, Directores de Loja, Coordenadores e Directores de Mercado). Este novo processo de formação está alinhado com o projecto Leaming Zone, a plataforma de aprendizagem “on line” utilizada pela YUM, empresa franquiadora das Marcas Pizza Hut e KFC.

O ano de 2012 marca também o arranque da operação do Grupo em Angola com a inauguração da primeira KFC em Angola, a primeira cadeia de restauração moderna global a chegar ao pais.

2011

Abertura do primeiro Clocks da Ibersol no Aeroporto de Lisboa

2011 ficará na História como o ano em que Portugal voltou a recorrer à ajuda externa, com a assumpção de um conjunto de compromissos que visam garantir uma significativa redução do défice orçamental, através do controlo da despesa mas sobretudo de um considerável aumento das receitas fiscais.

Assim, colocou-se ao Grupo lbersol um desafio acrescido, que se traduziu na necessidade de compatibilizar os efeitos inerentes aos elevados níveis concorrenciais no mercado com a necessidade de adequar as propostas de valor a novos paradigmas de consumo, fruto do agravamento da austeridade.

O Grupo procurou consolidar a sua estratégia de internacionalização. Continuou, por isso, a percorrer as etapas necessárias à sua implantação em Angola.

O grupo continuou a adequar os conceitos aos segmentos em que operam nascendo assim projectos inovadores como Spoon e Clocks, este último que conta com a assinatura do Chef Chakall, ambos nos aeroportos portugueses.